quarta-feira, julho 27, 2005

COBAIAS HUMANOS


Por dinheiro, muitos brasileiros que vivem em Portugal estão sendo cobaias em experiências médicas no hospital de Braga, no norte do país. Para ganhar 600 euros eles ficam quatro dias internados e permitem que sejam injetadas substâncias em suas veias e depois coletadas amostras de sangue. Alguns chegam a ficar 15 dias internados, por 1500 euros. Os que já passaram pela experiência não sabem ao certo que tipo de substâncias são injetadas, mas, após as análises, ficam com os braços marcados, por causa das agulhadas. Uma das cobaias revelou que, em 4 dias, precisou tirar sangue mais de 30 vezes.

6 comentários:

Maria Carolina Wanderley disse...

COBAIAS HUMANAS: onde estão os princípios da ética?

Maria Carolina de Albuquerque Wanderley*

* Graduanda do curso de Bacharelado em Ciências Biológicas da Universidade de Pernambuco.

RESUMO

Artigo é referente à exibição do filme Medias Extremas. Foi nos dado o papel de escolher um tema e elaborar um artigo sobre tal. O tema que mais se destacou, dentre tantos abordados pelo filme, foi o uso de cobaias humanas em pesquisas científicas de forma aleatória.

Palavras-chave: Medidas extremas. Cobaias. Experiências humanas.


Ainda é um tema muito controverso o uso de cobaias humanas em pesquisas científicas. Muitos pesquisadores divergem quanto a isso. E podemos observar que sabemos pouco sobre a real quantidade de experimentos que utilizam seres humanos para serem testados quanto a determinada substância.
Basta digitar num site de busca na internet “cobaias humanas” pra se ter uma idéia de quantos experimentos são realizados com as mesmas, alguns bem sucedidos, outros nem tanto. Existem informações que relatam a morte de várias pessoas envolvidas nesse tipo de experimento. E também outras onde o uso de pessoas para o teste de substâncias foi fundamental e essencial, sem o qual não poderia ter dado continuidade às conclusões da pesquisa.
É complicado falar sobre um assunto tão delicado, onde a bioética deve assumir um papel muito importante, visto que sem ela, não poderíamos saber qual a exigência que rege a inserção de sujeitos em pesquisas envolvendo seres humanos.
Apenas relembrando os quatro princípios básicos da ética, que são a autonomia, beneficência, não maleficência e justiça e eqüidade, observamos que muitas pesquisas científicas ilegais fogem a pelo menos um desses princípios. No caso abordado pelo filme, onde mendigos eram retirados das ruas e utilizados sem seus consentimentos na efetivação dos experimentos, estavam sendo corrompidos os princípios da autonomia e da não maleficência. Mesmo que a pesquisa estivesse sendo feita por um bem maior, não era justo o modo de utilização das cobaias humanas. Nem um argumento afirmaria o contrário disso, pois todos têm direito à vida.
Para assegurar a integridade e dignidade dos indivíduos pesquisados, e garantir o desenvolvimento através das pesquisas, foram criados os Comitês de Ética em Pesquisa (CEP), que avaliam os projetos de pesquisa envolvendo os seres humanos.
Mas, mesmo com a existência dos CEP, podemos verificar irregularidades que ocorrem dentro do mundo científico. O que não deveria acontecer, uma vez que as pesquisas devem trazer o máximo de benefícios e o mínimo de danos e riscos. E a morte de pessoas, mesmo sendo uma “morte necessária” (como algumas pessoas afirmam) por um bem maior, não é correto.
Qualquer experimento se torna um perigo, quando deixa de haver o equilíbrio que existe entre o que é aceito do ponto de vista biológico e o que é aconselhável do ponto de vista ético. Então é preciso dosar de maneira correta, e ter uma visão crítica sobre qualquer pesquisa envolvendo seres humanos, uma vez que a responsabilidade sobre vidas passa a ser do grupo de pesquisadores.
Durante o desenvolvimento de pesquisas, técnicas cientificas são criadas. E o real problema não são as técnicas, e sim a forma como são utilizadas pela sociedade. É bem verdade que a grande maioria das técnicas inovadoras fogem ao princípio da eqüidade, já que os maiores beneficiados são os detentores do capital.
Já que estamos falando sobre dinheiro, admira ver a quantidade de pessoas que aceitam ser submetidas a pesquisas por uma quantia significativa. Em sua maioria, são pessoas necessitadas, que desconhecem o real objetivo dos experimentos, fugindo ao princípio ético da autonomia. Mais uma vez, observamos um caso onde experimentos envolvendo pessoas não estão de acordo com os princípios éticos.
Devido à discussão desse tema, é de extrema importância que seja feito uma conscientização das pessoas que estudam e trabalham no meio de pesquisas cientificas. Os conceitos éticos devem estar presentes no dia-a-dia dos profissionais de saúde, já que lidam com vidas o tempo inteiro.
Seria interessante se a bioética estivesse presente em todas as etapas da sua formação profissional. Desde a vida acadêmica até o fim de sua vida como trabalhador da área de saúde. Uma vez que não podemos desvincular ética de biologia.

Ana Filipa disse...

Maria Carolina, sou estudante, e ando no 8ºano. Eu e o meu grupo de trabalho estamos a fazer uma pesquisa sobre as cobaias usadas para testar medicamentos (Cobaias Animais e Cobaias Humanas), e não encontramos (na internet) informações válidas para o 2ªsubtema do trabalho (cobaias Humana), apenas encontramos noticias. Gostaria de saber se me podia ajudar com esta 2ªparte do trabalho. Obrigada.

Anônimo disse...

bom meu nome e marta sempre me interessei por essas coisas,vejo q vc quer noticias de pessoas q passaram por experimemtos como cobaias humanas,sevc me ajuda a entrar em um desses experimemtos eu comto tudo o q acontece,estou esperando sua resposta meu email e marta-laura@live.com naodemorep/ responder

Anônimo disse...

Estou enteressado a fazer esse tipo de esperiencia pois eu preciso de alguma crana pra sair do sufoco .garanto sigilo abisoluto se tiverem emteressado a conversar ou se comunicar luis1950111@hotmail.com .

Anônimo disse...

Estou totalmente disponível para me oferecer para esses testes.
Optima saúde, 53 anos,
Contacto. Msacramento@sapo.pt
É necessário este voluntariado para o bem da pesquisa e dessa forma salvarmos vidas.

Anônimo disse...

Eu estou disposta a fazer esse tipo de cisa qualquer coisa de cobaia humana para pagar minhas dividas,tenho otima saude 49 anos contato 9 73097468