domingo, julho 31, 2005

PROBLEMA CORRIGIDO

Por erros de configuração do portal que hospeda este site, o Ponto de Análises esteve fora do ar por dois dias.

PAPO DE ACADEMIA


Sábado de verão na Europa, academia de ginástica de Braga cheia, e um papo animado, em meio a pesos e esteiras. O tema da conversa: o déficit econômico de Portugal e a União Européia. É o velho mundo. (Foto: http://www.troc-sport.fr/)

sexta-feira, julho 29, 2005

PROPAGANDA E PUBLICIDADE NA INTERNET


O tempo médio de uso da Internet em acesso domiciliar no Brasil já supera o dos Estados Unidos. Os dados são de uma pesquisa Ibope, repercutida pelo mestrando em Informática da Universidade Federal do Espírito Santo, Gilber Machado. A pesquisa revela ainda que o brasileiro é um usuário sofisticado "que ouve rádio pela Internet, mantém contato com os amigos através de comunicadores instantâneos e bloggers, utiliza serviços on-line governamentais e bancários, procura emprego, etc". Gilber analisa os dados também sob a ótica da publicidade, dizendo que a Internet é uma boa oportunidade para as empresas atingirem seus públicos, mas não com uma propaganda "intrusiva". O especialista lembra que o internauta tem o poder de acessar o que lhe interessa, portanto, estará mais vulnerável a uma propaganda que respeite a sua individualidade e o veja como uma pessoa única, não como uma multidão. A íntegra do artigo, intitulado "Propaganda On Demand" você lê no site Marketing Place. (Foto: www.rai.it)

BOM MARKETING CAPIXABA

Aliás, o Marketing Place é um bom exemplo do alto nível dos profissionais de marketing do Espírito Santo. Dirigido pelo professor Marcelo Moll Brandão, o site é indispensável para quem trabalha com publicidade e estratégia de comunicação, e também para empresários e profissionais liberais. Entrevistas com grandes nomes do mundo empresarial, artigos, dados de pesquisas, notícias e indicativos das tendências do mercado, estão reunidos nesse site de acesso gratuito. Certamente é um dos mais importantes veículos de divulgação da ciência do marketing na Internet brasileira, com traços bem capixabas.

quinta-feira, julho 28, 2005

E TOME EMPREGO


Impressionante! Uma análise comparativa das capas do jornal A Tribuna do dia 17 a 23 de julho revela um dado interessante: nada menos que 9.569 vagas de emprego foram noticiadas, com oportunidades tanto para os concurseiros de plantão, quanto para donas-de-casa e motoristas de ônibus.
O que chama a atenção é o número de chamadas de emprego na primeira página: entre a edição de domingo, dia 17, e a de sábado, dia 23, foram três manchetes e quatro chamadas, ou seja, uma chamada por dia, praticamente como se fosse um espaço reservado previamente.
De cá da terrinha fico me perguntando: será que somente esse tema é capaz de turbinar a venda na banca e oferecer oportunidade ao leitor? Para uma capital como Vitória, com tanta perspectiva de crescimento, é muito pouco. Por onde andarão aquelas reportagens exclusivas e de "pegada" que sempre foram características de A Tribuna?
Mas há que se fazer justiça: a reportagem do ataque dos pit bulls a um poodle ficou show. É o ineditismo, o fato curioso. Sempre chama a atenção e pesca o leitor.

CANNABIS TERAPÊUTICA

Com o aval do governo espanhol, 60 pesquisadores, 40 farmácias e seis hospitais da Catalunha vão estudar o uso terapêutico da maconha. O projeto envolve 600 pacientes que sofrem de doenças neurológicas. Também será avaliado o uso da erva no tratamento de patologias decorrentes da aids e do câncer. Desde 2001 o parlamento da Espanha deu um parecer favorável ao uso terapêutico da cannabis. As pesquisas começam em outubro. A notícia está no El Mundo.

VIAJANDO


Acho que as pesquisas feitas na Espanha devem estar sendo estendidas ao Brasil pelo governo federal, mas com outros fins. Afinal de contas, segundo a última pesquisa Ibope, 28% dos brasileiros não tomaram conhecimento da crise do mensalão. Ou esse povo está no meio da Floresta Amazônica ou está viajando mesmo.
Aliás, sobre esse tema, Diogo Mainardi fez uma interessante avaliação na edição da Veja desta semana, e concluiu que Lula não tem mais fôlego eleitoral, pois sua popularidade entre os que sabem dos escândalos despencou. Leia aqui o artigo do jornalista. Se ele está certo, o futuro dirá.
(Foto: Diogo Mainardi - Site Semana3)

quarta-feira, julho 27, 2005

EU QUERO MEU MENSALÃO


Já foram criadas no Orkut - a rede virtual que se tornou febre no Brasil - diversas comunidades referentes ao mensalão. A que possui mais membros chama-se "Eu quero meu mensalão!", e está com 19 mil 160 pessoas cadastradas até agora. O anúncio da comunidade diz: "Para você que achou ridículo o aumento salarial de 0,01% do servidor federal e está cansado de ver seus rendimentos acabarem antes do final do mês, junte-se a nós, lute por um digno mensalão de R$ 30.000,00."
Outra, que tem um palhaço ilustrando a comunidade (foto acima), foi denominada "Eu ajudei a pagar o mensalão". Mas o campeão de imagens nessas comunidades é mesmo o deputado Roberto Jefferson. Muitos dos comentários postados pelos participantes são impublicáveis.

COBAIAS HUMANOS


Por dinheiro, muitos brasileiros que vivem em Portugal estão sendo cobaias em experiências médicas no hospital de Braga, no norte do país. Para ganhar 600 euros eles ficam quatro dias internados e permitem que sejam injetadas substâncias em suas veias e depois coletadas amostras de sangue. Alguns chegam a ficar 15 dias internados, por 1500 euros. Os que já passaram pela experiência não sabem ao certo que tipo de substâncias são injetadas, mas, após as análises, ficam com os braços marcados, por causa das agulhadas. Uma das cobaias revelou que, em 4 dias, precisou tirar sangue mais de 30 vezes.

terça-feira, julho 26, 2005

SÓ FALTAVA ESSA


Tem personalidade do samba capixaba na lista do suposto "mensalão" de Marcos Valério. É coisa de uns R$ 70 mil... vamos esperar para ver...

segunda-feira, julho 25, 2005

PASSAGENS DE ÔNIBUS



Alguns consideraram exemplar a decisão do governador Paulo Hartung de voltar atrás e revogar o aumento das passagens de ônibus, após os protestos dos estudantes. Mas sobre esse assunto ficam algumas perguntas: Teria ele cedido aos apelos das manifestações ou estaria com medo de ter a imagem arranhada às vesperas da entrada de um ano eleitoral? Se o estado consegue manter as frotas nas ruas com as passagens no valor atual, por quê então havia decidido aumentar os preços, penalizando a população?
(Foto: www.ceturb.gov.br)

domingo, julho 24, 2005

PIADA OFICIAL


Transcrevo o texto do site Portal da Transparência, do governo federal:
"O Portal da Transparênca nasceu como o mais abrangente banco de informações, aberto à população, sobre o uso que o Governo Federal faz do dinheiro que arrecada em impostos: o seu dinheiro. Nesta nova etapa, estão acrescidas ao Portal informações referentes aos gastos efetuados diretamente pelo Governo Federal, a exemplo das compras governamentais e da contratação de obras públicas e de prestadores de serviços. Ao cumprir mais este compromisso do Governo, a Controladoria-Geral da Unão dá um importante passo na direção da plena transparência e publicidade dos atos da administração, contribuindo para o efetivo controle social da gestão pública, instrumento fundamental para construção de uma democracia vigorosa e socialmente justa. Exerça seu direito de fiscalizar o bom uso do dinheiro que é seu. Juntos, vamos construir um país mais igual, mais justo e democrático."
Como diz o jornalista Zé Simão, o Brasil é o "país da piada pronta".

sábado, julho 23, 2005

SALGADO NO ES



O fotógrafo Sebastião Salgado esteve nesta quinta-feira com o governador do ES, Paulo Hartung. Acertaram uma exposição para março de 2006 em Vitória. Deve-se chamar Genesis. No estilo que consagrou Salgado em todo o mundo, a exposição vai mostrar fotos, em preto e branco, retratando culturas e vidas espalhadas no planeta Terra. A mostra deve percorrer o mundo e, humildemente, começará em Vitória, ES. Só nos resta ver de perto e agradecer ao grande mestre da fotografia, capixaba de coração. (Foto: Sebastião Salgado - Site El Mundo)

sexta-feira, julho 22, 2005

VITÓRIA E VILA VELHA NO JORNAL HOJE



O Jornal Hoje exibiu nesta quinta-feira uma reportagem que eu produzi junto com o jornalista André Junqueira, mostrando belezas e atrativos de Vitória e Vila Velha. Durante o tempo em que fui produtor nacional da Globo no Espírito Santo, uma das minhas preocupações era mostrar o lado positivo do estado. A matéria foi feita pela Tati Wuo, da banda Crivo, e revelou aos telespectadores particularidades das duas cidades, como o morro do Moreno e o jazz da Curva da Jurema, que deixam qualquer um empolgado para visitar o Espírito Santo. Você pode assistir à reportagem no site da Globo. (Foto do site www.globo.com/jornalhoje)

BANDA DEAD FISH: DO LAVADOR DE CARRO ATÉ A DASLU


O Dead Fish foi entrevistado no bate-papo Uol esta semana. 1170 pessoas acessaram o chat. A banda é originária do caldeirão musical que inspira a juventude de Vitória e que forma grupos musicais com visão social, personalidade e opinião política. Na entrevista os integrantes anunciaram que vão lançar, no ano que vem, um DVD com imagens dos 15 anos de estrada, com gravações de shows, tours, músicas inéditas e clipes. Ao serem questionados sobre a crise política no Brasil, expressaram bem o sentimento de quem sempre depositou a esperança na esquerda: "É uma sujeira como se fosse um PFL da vida no poder, e o mais engraçado é que agora os direitões nazi exigem CPI e pagam de éticos... Cara, temos que achar uma solução na micro política porque o Estado sinceramente aqui no Brasil nunca vai dar respostas, são todos uns ladrões, e falo isso com dor no coração, porque eu colocava muita fé na 'esquerda'. Mas somos todos culpados cara, a corrupção é um hábito diário no Brasil, do lavador de carro até o empresário da Daslu." Pois é...
(A foto da banda foi tirada do site Uol, onde você pode ler o bate-papo na íntegra)

quinta-feira, julho 21, 2005

O CRIME DA DEMAGOGIA


O jornalista Rui Camacho escreveu na edição desta quinta-feira do diário português Jornal de Notícias, palavras que poderiam ser muito bem adaptadas à política brasileira. Segundo ele: "A demagogia política, em tempo de crise grave, é criminosa. (...) Em tempo de crise, mais do que nunca, impõe-se o rigor e a transparência da governação e o esforço de todos - da Oposição também - para, perante um quadro de verdade, encontrar os caminhos de um futuro melhor. (...) Os mandatos são apenas de quatro anos. O futuro são muitos mais. " Leia aqui o artigo completo.
(A foto é do Congresso Nacional, mas poderia ser de muitas assembléias legislativas, câmaras municipais, prefeituras e afins.)

O PT CONTRA IDEOLOGIA







Quem diria. A senadora Heloísa-t-shirt-Helena do P-SOL/AL (ex militante do PT) e o deputado federal mega-hair Babá, do mesmo partido, devem estar se sentindo aliviados. Vamos fazer um remember. Começo do governo do PT. Lula presidente. Lembram? Já vai pra mais de dois anos. O povo cheio de expectativas. Aparecem dois contrários às medidas econômicas do governo. Ia contra os princípios ideológicos do partido. Solitários. A elite do partido, os que juram que nunca souberam que o Delúbio fazia empréstimos milionários, decide expulsar os dois. O velho dito: "Há males que vem para bem" cai como uma luva. Com certeza os dois não receberam nenhum centavo de mensalão. Quem sabe podem ajudar nas investigações. O senador Delcídio-lancônico- Amaral (PT-MS) esteve no Bom Dia Brasil - Rede Globo, esta manhã, e na entrevista não disse a que veio. Conseguiu não falar nada. Parece que todos do partido estão orientados a não responderem nada. Isso coloca em cheque as pesquisas de opinião que dizem que o governo não está sendo afetado pelo escândalo. Ontem, falando com um deputado do parlamento espanhol, tive a informação que a situação do presidente Lula e a reboque da economia brasileira, está ruim no exterior.
O problema gerado pelos desmandos de um partido que parecia imune a supostos atos ilícitos podem de maneira gradual inibir os investimentos internacionais e manchar , de vermelho, a imagem do país lá fora. Os petistas acusados não pensaram nisso... nem o sr. Marcos-mala-Valério.
Fica a reflexão. O PT expulsa do seu quadro os que lutam pela preservação ideológica e mantém uma quadrilha? Que partido é esse? Sem resposta lancônicas, por favor.

quarta-feira, julho 20, 2005

LABIRINTO

Foi um sucesso a apresentação do espetáculo O outro lado do labirinto – Uma interferência sobre o amor, encenado pelo jornalista e ator capixaba Rodrigo Prado, ex-Tribuna, dentro do lançamento do livro do professor José Ribeiro Ferreira, na Livraria Minerva, em Coimbra, Portugal.
Acompanhado pelos músicos Estélio Bosco, de Pernambuco, e Fabiano André, do Rio Grande do Norte, Rodrigo foi aplaudido de pé pelo público que lotou o espaço cultural.
O dramaturgo e empresário português João Osório de Castro veio diretamente de Lisboa para acompanhar o espetáculo e se emocionou com a interpretação de Rodrigo. Ao final, já convidou a diretora do show, Patrícia Ligeiro, para a montagem da peça O magnífico barbeiro, cujo texto foi traduzido para o português do Nordeste por Rodrigo e pela jornalista Erika Santos, ex-Tribuna.


Rodrigo Prado durante apresentação em Coimbra

REVIVAL DA DITADURA


Uma manifestação estudantil contra o aumento das passagens dos ônibus levou a fauna e flora capixaba a reviver os tempos da ditadura. Quem passou pela avenida Fernando Ferrari, em frente a UFES, teve o desprazer de reviver os velhos tempos. Os neófitos na militância estudantil, ou iniciantes, sentiram literalmente na pele o que os pais, tios ou avós passaram ou de alguma maneira viveram. Aquela que seria a instituição preparada para dar segurança desceu o porrete..invadiu o campus e deu tiro. Bala de revólver e de borracha... gás lacrimogênio... fizeram com que a polícia-ditadura-militar desmonstrasse que não está preparada para dar segurança a ninguém. Claro que existem as exceções. O aparato chegou a cercar o bairro Jardim da Penha. A pracinha da feira estava crivada pela elite da polícia.
Polícia para descer o pau em estudante tem aos montes. Para dar segurança a deputado com malas de cheias de dinheiro de origem duvidosa, também tem (11 foram presos em Brasília escoltando o deputado-bispo com mais de 10 milhões de reais)...e nós pobres mortais ?
Dividimos as ruas com bandidos e a polícia. A dúvida paira no ar. Pra que lado ir?
(Foto: incêndio no prédio da UNE, Rio de Janeiro, 1º de abril de 1964)

UMA PEDRA NO CAMINHO


Pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Transportes, em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro, revela que o Brasil perde por ano aproximadamente 118 bilhões de reais no setor de comércio exterior, devido a problemas de infra-estrutura, burocracia e legislação. Foram ouvidas 101 das maiores empresas de importação e exportação que operam no país. A falta de estrutura dos portos foi um dos gargalos apontados. No Espírito Santo, até pedra no caminho dos navios impede uma maior eficácia do sistema portuário. A resolução do problema foi anunciada, mas a burocracia constatada na pesquisa é muito eficiente. Outros dados do estudo podem ser encontrados aqui.

FILOSOFIA CAPIXABA


Acompanhei ontem na reprise do Fantástico, que passa em Portugal pelo canal GNT, uma das mais interessantes séries daquele programa. "Ser ou não ser?" discute questões filosóficas, com a simplicidade que está presente nas coisas comuns. As matérias são feitas pela capixaba Viviane Mosé - filósofa, poetisa e psicóloga - que nos brindou com um texto excelente, acompanhado por uma edição primorosa. No próximo domingo o tema será a relação entre a lei e o erotismo. Já no dia 31, Mosé falará sobre o sofrimento e a arte, num enfoque a partir da tragédia grega.

terça-feira, julho 19, 2005

UM EXEMPLO DA VERDADEIRA FAMÍLIA BRASILEIRA

O jornal A Gazeta desta terça-feira traz uma reportagem sobre a produção de cachaça orgânica em Venda Nova do Imigrante, fabricada pela família Sossai-Altoé. Durante o tempo em que eu era repórter da TV Gazeta, fazendo matérias para o Jornal do Campo tive a oportunidade de conhecer o trabalho dedicado dessa família. Eles são um exemplo de quem leva o Brasil a sério, de quem constrói, longe das mazelas políticas, criando suas próprias condições de trabalho, independente do poder público. Eles fazem. Criam seus filhos dando o exemplo do que é correto e comprovando que o trabalho não é apenas uma vitória financeira, mas uma conquista da verdadeira cidadania. Eles são o Brasil, num conceito de nação. O ingrediente principal ali é o amor, seja ele à natureza, ao país ou ao próprio ser humano. No Brasil do mensalão, do caixa 2, do descaso, merece destaque quem trabalha honestamente e com dignidade.

segunda-feira, julho 18, 2005

PERGUNTA PERTINENTE

Será que apenas as campanhas do PT tiveram caixa 2?

DESCARREGO



Um dos mais influentes políticos do Espírito Santo aproveitou a tarde da última sexta-feira pra tirar o mau olhado. Foi acompanhar o culto do descarrego em uma Igreja Universal de Vila Velha. Por estar no centro das atenções, imagino que a coisa deve estar mesmo feia pro lado dele, afinal de contas, católico em igreja evangélica fora do período eleitoral é mesmo de se estranhar.

O MENSALÃO CHEGA A PORTUGAL II

O Expresso enviou ao Brasil um correspondente para investigar a ligação do Banco Espírito Santo com o esquema de corrupção que envolve o governo Lula. O sub-diretor da publicação, Nicolau Santos, entrevistou o deputado Roberto Jefferson. O parlamentar disse que o publicitário Marcos Valério esteve três vezes em Portugal, em nome do então ministro José Dirceu, para negociar a venda da Varig. Jefferson mais uma vez poupou o presidente Lula, dizendo que ele não sabia do esquema. Reforçou que o nome Jose Dirceu está ligado a todos os esquemas de caixa 2, inclusive ao episódio do assassinato do prefeito de Santo André, Celson Daniel. Disse ainda que vai deixar a vida pública, pois teria perdido o gosto pela política.
Ao ser questionado sobre a defesa que fez ao então presidente Fernando Collor, muitas vezes acusado de corrupto pelo PT, Roberto Jefferson quase se auto-canonizou, respondendo: "Isso é a mão de Deus. Ele botou o chicote na minha mão. Eu fui o instrumento de Deus para desmanchar isso. Os fariseus sempre fazem isso. O discurso nunca é condizente com a prática. E eu sempre disse isso desde a Comissão Parlamentar de Inquérito do Collor, que todo o moralista é ladrão. Todo o mundo que eu vi fazer marketing da moral e da ética, depois tropeçou."

O MENSALÃO CHEGA A PORTUGAL

Um grande polêmica se formou em Portugal, depois que o deputado Roberto Jefferson disse que o publicitário Marcos Valério o teria pedido para intermediar uma operação de transferência de 700 milhões de dólares do Instituto de Resseguros do Brasil (IRB) para o Banco Espírito Santo, português. Desse total 40 milhões de dólares seriam destinados ao mensalão. A notícia foi publicada no Expresso, um jornal semanal de grande peso no país. A ponte de ligação do publicitário com o Banco seria o executivo Antônio Mexia, figura influente no meio político de Portugal, que já foi inclusive ministro de Obras Públicas e pertenceu aos quadros da instituição financeira. A publicação da informação levou o Banco Espírito Santo a anunciar que tiraria toda a publicidade do grupo ao qual pertence o Expresso. Esse grupo mantém, entre outros veículos, a TV SIC e a Revista Visão, do empresário Francisco Pinto Balsemão, uma espécie de Roberto Marinho português. Por aqui está na pauta do dia discutir qual é a influência dos investimentos publicitários na linha editorial dos jornais.

LEVOU OU NÃO?

Começa a respingar no Espírito Santo o escândalo do mensalão. Estava demorando... Aliás, o mesmo deputado acusado, ainda sem provas, já foi chamado de pianista e declarou como gastos de campanha despesas com a irregular "boca de urna". Acusações sem comprovações são realmente graves, mas nesse caso o currículo não ajuda muito.

CARA DE PAISAGEM II

A ilustre desconhecida jornalista, que gravou com o presidente em Paris, chama-se Melissa Monteiro. Pela qualidade do trabalho apresentado, certamente permanecerá como uma ilustre desconhecida. De qualquer forma, ela conseguiu um grande feito: uma entrevista exclusiva com o Lula, que você pode ler aqui.

domingo, julho 17, 2005

CARA DE PAISAGEM

Acabo de assistir o programa "Fantástico", da TV Globo, que exibiu uma entrevista do presidente Lula a uma ilustre desconhecida jornalista (de uma TV francesa). Nada contra ela ser desconhecida. O problema é que a "repórter" - que sequer foi identificada - simplesmente levantou a bola para o presidente chutar. Em momento algum cobrou de Lula explicações que o povo há muito tempo espera. E ele, por sua vez, ficou quietinho também. Resultado: a entrevista terminou e eu, como tantos outros telespectadores também devem estar, fiquei com cara de paisagem. Para se ter idéia de como foi a tal entrevista, a repórter num determinado momento chamava o presidente de "você", noutro o chamava de "Vossa Excelência". O auge da conversa foi a pergunta: "Há males que vêm para bem?". Como assim???

MUDANÇAS NO SBT


Com a ida de Ana Paula Padrão para o SBT, o canal decidiu reestruturar seu jornalismo, contratando os melhores profissionais do mercado. Em Brasília o capixaba Paulo Mário Martins, colaborador do Ponto de Análises, deixa o Correio Brasiliense e passa a integrar a equipe de produção da emissora na capital federal. No Espírito Santo a TV Tribuna, seguindo a mesma lógica da rede, contratou o jornalista George Bitti, que deixa a TV Gazeta.

ATÉ TU, DASLU?

A senhora empresária toda-poderosa-glamour Eliana Tranchesi, da Daslu, ficou cara a cara com seu irmão nas dependências da Polícia federal. A juíza Maria Isabel Prado, da 2ª Vara da Justiça Federal de Guarulhos queria saber como se explicam as contradições encontradas nos depoimentos e avaliadas pelo procurador da República Matheus Magnani.
Deve ser o "Ò" ter que passar por acareação. Imagine...ela mentindo de um lado e ele de outro. Durante toda semana milhares de internautas discutiram o caso Daslu. O pessoal da periferia já disse que o dinheiro da sonegação deveria ser investido na favela vizinha. Touché! E olha que com tantos anos de sonegação dá pra urbanizar muitas favelas do Brasil varonil.
O pior mesmo foi a quantidade de gente importante que ficou contrariada com a atitude da polícia federal. Disseram que não necessitava de tanto aparato...que foi pura publicidade.
Esse tipo de publicidade tem um efeito, que não é o efeito Daslu: é o efeito atitude. Mostra que a polícia cumpre as determinações, fortalece a instituição e expõe quem sonega, quem é infrator.
Até pouco tempo, o seu Zé do armazém era vítima do sistema. Ia pro xilindró fácil, fácil. Parece que agora as grandes empresas estão na mira da receita. Publicidade ou não, o brasileiro se sente cidadão quando vê corrupto indo para a cadeia.

PS: É da levar às lagrimas qualquer simples mortal - sem carro ou helicóptero - a história da Daslu, que está no site da loja. Aliás, para a infelicidade da Eliana Tranchesi, em sua página da internet existe um link DASLU DNA. Que triste coincidência! Seria profético?????

Postado por PENHA SAVIATTO

sexta-feira, julho 15, 2005

FALTA EXPLICAR

Saiu na Folha de S.Paulo e no Valor Econômico desta sexta-feira: O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez ontem, em Paris, o primeiro desabafo e comentário a respeito da crise política. Não é verdade. Desde 21 de junho, Lula fez pelo menos cinco discursos para falar das denúncias contra o governo e o PT. Chegou a entrar em cadeia de rádio e televisão para assegurar ao País empenho da Polícia Federal nas investigações. Pelo jeito, nem os jornalistas sabem disso... No início desta semana, antes de viajar para a França, ele disse durante a posse do novo ministro do Trabalho, Luiz Marinho, que os governantes devem ter paciência em relação às críticas da imprensa e que as conquistas são obtidas apenas com sangue, suor e lágrimas. Lula nunca deixou de comentar, desabafar e falar sobre a crise. O problema é que ele não explicou até agora o que realmente aconteceu no Planalto e no PT.

SÓSIA? CUIDADO! II

Antes de começar uma entrevista na saída da CPI dos Correios, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) começou a perguntar aos jornalistas se alguém entre os presentes era repórter de um determinado jornal da Bahia. Ninguém se manifestou. Mas, curiosos como todos jornalistas devem ser, os coleguinhas logo perguntaram o motivo da indagação. Suplicy mostrou então um recorte do jornal com uma foto, que era identificada na legenda como sendo do deputado João Batista Ramos da Silva (PFL-SP) - aquele foi pego pela Polícia Federal com malas de dinheiro que seriam da Igreja Universal. O senador apontou então para o homem que estava ao seu lado e disse. "Esse que aparece na fotografia é o assessor jurídico da Câmara. Não é o deputado", contou. E arrancou risos dos jornalistas. E do próprio falso-deputado.

MARISA & DASLU

Toda sexta-feira é a mesma coisa. Boatos e notícias "ainda" sem confirmação sobre a crise política dominam as rodas de conversas nos gabinetes e bares de Brasília, como disse Paulo Mário Martins neste blog. Pelo menos nos últimos três fins de semana, o pessoal comenta que as revistas vão mostrar extratos de cartão corporativo da Presidência da República com despesas da primeira-dama Marisa Letícia em lojas de grife. O cartão corporativo é usado por um grupo restrito de funcionários nas compras "estratégicas" para o governo. O Palácio do Planalto não informa por questão de "segurança nacional" onde e como esses cartões são usados.
Quando os sites na internet divulgaram na manhã de quarta-feira a operação da Polícia Federal na Daslu, a loja dos ricos e famosos em São Paulo, os "analistas de plantão" avaliaram que agentes federais e procuradores tucanos queriam mesmo era descobrir o que Marisa Letícia comprou no templo da muamba de luxo. Era o elo que faltava para provar o envolvimento do presidente no esquema de corrupção revelado pelo deputado Roberto Jefferson (PRB-RJ). Imagina a mulher do presidente fazendo compras na Daslu? Se o tucanato provar que Marisa comprou para algum parente uma peça intima, dessas que cabem muitos dólares, vai ficar difícil para o presidente apresentar argumentos em defesa da mulher. Qualquer roupa na Daslu vale uma fortuna.
Os "analistas", no entanto, lembraram em seguida que a bela Sophia, filha do governador tucano Geraldo Alckmin, trabalha na Daslu. Logo, a oposição corria o risco de ver nas revistas do final de semana a revelação bombástica de que a primeira-dama fazia compras mesmo na Marisa, a loja homônima. Afinal, o povo aplaudiria o fato de a mulher do Lula também gostar de uma boa liqüidação.

É DE CHORAR

Foi comovente o choro do senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) na solidariedade à dona da Daslu, Eliana Tranchesi, presa por suposto envolvimento num esquema de sonegação de impostos. No Senado, ACM e Jorge Bornhausen (PFL-SC) acusaram o governo petista de promover uma "luta de classes" – desde que saí do campus de Goiabeiras não ouvia esse termo. Também comovente foi a postura da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), que vai organizar um ato em defesa da empresária acusada de ser uma muambeira de luxo. Até articulistas da imprensa fizeram coro contra a prisão de Tranchesi. Muitos avaliam que a PF pretende desviar o foco da crise política que atinge o governo.
Até o momento não há provas de que a operação na Daslu tenha motivos políticos. Quem pediu à Justiça a apreensão de documentos na Daslu e a prisão de Tranchesi foi o Ministério Público Federal.
Vivemos no pior dos mundos. A polícia revela que uma loja sonega impostos, mas não deve prender a proprietária nem fazer apreensão de documentos, pois existe uma crise política no País. A Fiesp, a oposição e setores da mídia precisam esclarecer se, em tempos de turbulência, quem compra na Marisa ou na Vila Rubim também deve estar livre para fazer qualquer negócio.

SÓSIA? CUIDADO!

Se você for parecido com algum preso político fique atento! Em épocas de mensalão e malas “recheadas” de dinheiro todo o cuidado é pouco. O artista plástico Claúdio Rohten que o diga! Conforme noticiado pelo jornal A Tribuna, na última terça-feira, Rothen foi confundido com o ex-deputado, José Carlos Gratz, e por pouco não foi preso também. A confusão mobilizou uma operação da Polícia Rodoviária Federal, que chegou a parar um ônibus inter-estadual. Só depois de muita conversa os policiais se convenceram de que o artista plástico não era o ex-deputado, mas sim muito parecido com ele. Com tantas prisões para fazer é de destacar a preocupação da polícia. Pena que a ação foi frustrada.

DNA E CPI



O filho do factóide se promove fazendo uso do marketing da retórica. O neto da política do cabresto empunha a bandeira da moralidade com as mãos criadas em meio à oligarquia que sempre usou o poder em benefício próprio. O filho do rei casto aproveita a rápida escalada social para obter vantagens financeiras. É a nova geração. (Foto: deputado federal ACM Neto)

quinta-feira, julho 14, 2005

CIRCO

O diretor da Abin, Mauro Marcelo de Lima e Silva, errou ou não ao chamar os membros da CPI dos Correios de "bestas-feras em pleno picadeiro"? Ainda não cheguei a uma conclusão sobre o caso, mas não tenho dúvidas que muita gente adora um circo para poder se apresentar. O problema maior ocorre quando as próprias autoridades montam a lona. E isso não acontece só em Brasília.

EX É PARA SEMPRE

Maria Cristina Mendes Caldeira, ex-mulher do deputado Valdemar Costa Neto (PL-SP), será ouvida pelo Conselho de Ética da Câmara na próxima quarta-feira. Ela prestará depoimento na condição de testemunha de defesa do deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), no processo disciplinar por quebra de decoro parlamentar movido contra ele pelo PL - presidido por Costa Neto. Em entrevista ao programa "Fantástico", da TV Globo, Maria Cristina contou que seu marido comprava objetos pessoais para sua casa com dinheiro do PL. E ainda apontou relações pouco ortodoxas entre o partido de Costa Neto e o PT. Pelo jeito, o Conselho de Ética vai se transformar numa "lavação" de roupa suja. Em tempo: não custa lembrar o ditado popular. "Ex-mulher é para sempre".

BASTIDORES

A expectativa nos bastidores do jornalismo político - e da própria política - em Brasília é pela chegada das revistas semanais neste fim de semana. O comentário geral é que virá uma nova bomba para detonar ainda mais a crise. Desta vez, respingando no presidente Lula. É aguardar para ver. Pode ser só boataria. Mas neste momento não é possível duvidar de nada.

quarta-feira, julho 13, 2005

LULA EUFÓRICO III

Já na última segunda-feira, num encontro no palácio, Lula saiu melhor na foto ao não compartilhar em público com a opinião de uma claque petista e sindical que acusava a imprensa, a direita e o "império estrangeiro" de conspirarem contra o governo. Mas foi pouco elegante ao comparar o drama político com a angústia de Pelé, que sofreu com o envolvimento do filho Edinho com o tráfico de drogas.
A própria oposição se encarregou de dizer que Lula não é Collor nem Jango. O problema é que, na estratégia de mostrar que é diferente dos antecessores, Lula dá poucos sinais concretos que pretende iniciar as mudanças prometidas no início do mandato. Ele só conseguiu até agora se transformar numa cópia grosseira dele mesmo naquela época de festa. É como se fosse aquele cara que continua animado e querendo dançar mesmo depois que acaba o som da festa, e sai pela rua "ligadão", disposto a comprar mais bebida.

LULA EUFÓRICO II

Quando se confirmou que o publicitário Marcos Valério avalizava empréstimos do PT, o Planalto ficou encurralado. Na última sexta-feira, um Lula abatido – e sem dor de barriga – tentava demonstrar, no Palácio do Planalto, tranqüilidade ao dar posse a três ministros do PMDB. Ao discursar na tarde daquele dia, ele voltou a fazer piadas e usar frases de auto-ajuda e metáforas. "Quando alguém quer ir a um bar tomar aperitivo, ele não chega lá e toma uma garrafa de cachaça inteira. Ele vai pedindo uma por uma", disse o presidente ao defender a venda fracionada de remédios. A fórmula de discurso foi a mesma utilizada no início do mandato, quando a vida era só festa.
A diferença é que, agora, Lula não mostra espontaneidade. Ele se esforça para ser o Lula tão criticado pelos analistas exigentes e mal-humorados que, nos primeiros meses de governo, apontavam erros de concordância em cada frase dos discursos. Lula se esforça para repetir gafes que eram anotadas pela imprensa, naqueles tempos de festa, mas que nunca foram suficientes para derrubar a bolsa. Ele se esforça para vender como espontâneas as bobagens de sempre. Faz de tudo para parecer o mesmo Lula das polêmicas inofensivas.

LULA EUFÓRICO I

Uma pesquisa da CNT, entidade ligada ao PFL, mostrou que o tráfego intenso de malas com dólares não atingiu o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Mas desde o início da crise, Lula demonstrou várias vezes a irritação com os críticos que o comparam a Fernando Collor. Deve mesmo ser difícil para o presidente, um líder da esquerda que sempre aumentou o tom da voz para falar de ética, saber que agora também existem um tesoureiro com charuto na boca, uma secretária com agenda recheada de nomes suspeitos e até um motorista para falar de roteiros do dinheiro sujo. Tão ruim deve ser ouvir que há semelhança entre ele e João Goulart, que se omitiu diante da farra de pessoas próximas. Logo ele, Lula, um pernambucano que nunca teve um Vargas como padrinho.
No final do mês de junho, na fase inicial da crise, num evento organizado por sindicatos rurais na cidade goiana de Luziânia, o presidente se esforçou para não comentar as denúncias de corrupção que começavam a aparecer. A fisionomia abatida dele naquele dia tinha explicação: sofria uma tremenda dor de barriga, que o obrigou a deixar o palco duas vezes. Durante o ato, ele nem coçava a barba ou colocava as mãos no bolso, sinais que apresenta em momentos de nervosismo e ansiedade. Ao voltar do banheiro pela segunda vez, Lula não segurou a língua e, num duro discurso, criticou tucanos e pefelistas de tentarem antecipar o jogo sucessório, como se as denúncias não tivessem partido da própria base aliada no Congresso. O presidente chegou a dizer que era a pessoa com mais autoridade ética e moral no País.

UM ESTATUTO ADOLESCENTE

O Estatuto da Criança e do Adolescente hoje completa 15 anos e, infelizmente, a repercussão disso na imprensa é mímina. Parece que o que está fazendo aniversário e é insistência dos jornalistas em ignorarem a existência dessa lei. Será que nós da mídia não devíamos ampliar o olhar quando tratamos de casos que envolvem adolescentes infratores? Será que não somos preconceituosos ao tratarmos do tema? O diretor da Revista Viração, voltada para adolescentes, acredita que sim. Em entrevista publicada no site www.fundabrinq.org.br, Paulo Pereira Lima, chama a atenção para a cobertura das rebeliões na Febem, em São Paulo, e a decisão do governador de mandar para cadeias públicas cerca de 240 menores. Para Lima, as matérias veiculadas não foram imparciais, algumas, inclusive, induziram o público a apoiar a redução da idade penal. No ES merece elogios a repórter da TV Gazeta, Aline Andrade, que desde o início da semana tem feito reportagens sobre o tema.

???

Manchetes do dia:
A Gazeta: "Crise, denúncia, mensalão... e popularidade de Lula sobe"
Folha de São Paulo: "Rumo a 2006: Escândalo não afeta avaliação do presidente, diz pesquisa"
O Globo: "Escândalos não afetam avaliação de Lula"
Jornal do Brasil: "Lula vai bem, o governo mal"
Correio Brasiliense: "Crise política não afeta aprovação de Lula"

O que está acontecendo com o Brasil?

TECNOLOGIA E RELIGIÃO




É de uma igreja evangélica uma das iniciativas pioneiras de se fazer TV pela Internet, no Espírito Santo. A TV Primeira, da Primeira Igreja Batista de Vitória, transmite ao vivo, todos os domingos, os cultos das 1oh e das 19h30. As transmissões são feitas por meio do endereço pibvitoria.com.br. Além disso, o internauta que tiver alguma dificuldade de acesso na hora de assistir à TV pode conversar online com pessoas que ficam à disposição para dar informações técnicas em tempo real. Um dos responsáveis pela iniciativa é o radialista Márcio Batista Rodrigues. O exemplo está aí...

terça-feira, julho 12, 2005

TEM CAPIXABA NO TEATRO PORTUGUÊS

O jornalista capixaba Rodrigo Prado, ex-repórter do jornal A Tribuna e atualmente mestrando em Teatro Clássico da Universidade de Coimbra, estréia como ator e autor no teatro português. Ele se apresenta no próximo dia 19, na peça musicada que escreveu e intitulou O Outro Lado do Labirinto - Uma Interferência Sobre o Amor. O texto foi pensado a partir de obras de escritores de Portugal e das músicas de Vinícius de Moraes. Rodrigo classifica o espetáculo como "um show feito a partir de uma integração entre as culturas portuguesa e brasileira". Além do capixaba, participam da montagem a portuguesa Patrícia Ligeiro, e os músicos brasileiros Estélio Bosco, de Pernambuco, e Fabiano André, do Rio Grande do Norte.
A inspiração para fazer a peça surgiu quando o jornalista encontrou no lixo uma obra rara, de 1911, escrita pela lisboeta Maria Amália Vaz de Carvalho, chamada Cartas a uma Noiva. O espetáculo será encenado na Livraria Minerva, em Coimbra.

REFERÊNCIA II

Manuel Pinto, professor da Universidade do Minho, doutor em Ciências da Comunicação, e Provedor do Leitor do Jornal de Notícias, em Portugal, também fez referência ao Ponto de Análises, em seu blog Webjornal. O profissional é um dos mais importantes nomes da comunicação portuguesa. Com diversos livros publicados, atua no meio acadêmico, no meio impresso e na Internet, onde mantém o blog que possivelmente é o mais respeitado do País na área do jornalismo. O professor lembrou que o Ponto de Análises é um espaço para "acompanhar o jornalismo como fenômeno global, com um olhar e sensibilidade regionais".

segunda-feira, julho 11, 2005

CORREIO ELETRÔNICO

O número de emails enviados na Europa duplicou em poucos minutos na última quinta-feira, quando ocorreram os atentados em Londres. De acordo com a companhia de segurança MessageLabs, o total de mensagens enviadas via correio eletrônico, por meio dos grupos monitorados pela empresa, passou de 500 mil para 1 milhão em apenas meia hora depois do início das explosões. As informações estão no site Cnet.com.

HISTÓRIA DO ESPÍRITO SANTO

Um dos principais veículos de pesquisa sobre a história capixaba está à disposição de todos, gratuitamente, na Internet. O site Estação Capixaba disponibiliza on line textos, obras completas ou capítulos de livros raros ou esgotados que falam da formação do Espírito Santo. Estão lá títulos como O desbravamento das selvas do Rio Doce: Memórias, de Ceciliano Abel de Almeida; Economia Colonial Capixaba, de João Eurípedes Franklin Leal; ou Cabras e Ratos, de José Caldas da Costa, que fala da luta de soldados do Exército, Marinha e Aeonáutica na Guerrilha do Caparaó, "que foi a primeira tentativa de reação armada ao regime de 1964". O site tem também muita coisa sobre os imigrantes que ajudaram a construir a nossa história. É um belíssimo e importante acervo disponível para quem se interessar, ao alcance do teclado. Certamente muita gente irá se surpreender com a complexidade e o fascínio da história capixaba. Imperdível.

domingo, julho 10, 2005

REFERÊNCIA

O Blog Intermezzo, considerado pelo grupo alemão Deutsche Welle International um dos 10 melhores blogs jornalísticos em língua portuguesa, fez referência ao Ponto de Análises. Indico o Intermezzo para figurar na lista dos favoritos de todo profissional da comunicação.

LAMA

De Brasília chegam notícias informando que os vestidos da rainha também estão sujos de lama. Agora é esperar as cenas dos próximos capítulos.

sábado, julho 09, 2005

A INTERNET E O DECLÍNIO DOS JORNAIS

Os jornalistas portugueses Luís Santos, Helder Bastos e Manuel Pinto, citaram em seus respectivos blogs, Atrium - Media e Cidadania, Travessias Digitais e Webjornal, o artigo escrito por mim e pela jornalista paulista Daniela Bertocchi, sobre as discussões e conclusões do seminário "Dez Anos de Jornalismo Digital em Portugal", realizado em junho na Universidade do Minho, em Braga. O texto intitulado "A Internet e o Declínio dos Jornais" foi publicado no site do Observatório da Imprensa, e teve como uma das referências a análise do professor da Universidade de Austin, no Texas, Rosental Calmon Alves, que tem uma vasta história no jornalismo do Espírito Santo. Agradeço a lembrança.

NOVOS COLABORADORES

Agradeço também aos novos colaboradores do Ponto de Análises pela cordialiade e simpatia com que aceitaram o convite para participar do Blog. Em pouco tempo teremos neste espaço opiniões desses profissionais que ajudam a construir um jornalismo ético no Brasil. Obrigado André Hees, Emerson Cabral, Fernanda Queiroz, Leonêncio Nossa, Renata Rocha, Rodrigo Prado e Penha Saviatto. A participação de vocês certamente traz credibilidade e possibilita aos nossos leitores informações da mais alta qualidade.

CAPIXABAS EM LONDRES

A competente jornalista Mônia Eller, filha de Orlando Eller - uma das referências do jornalismo capixaba, escreve de Londres, onde está morando. Tranquiliza os amigos, dizendo que está bem, e narra um pouco do drama que viveu no fatídico 07 de julho.
Transcrevo o email por ela enviado:
"Muitos estao me perguntando sobre os atentados a Londres. As coisas por aqui começam a fluir normalmente de novo. Mas a cidade virou um verdadeiro caos na quinta-feira. Saí do trabalho às 8 horas e fui de metrô em direção à minha escola, que fica em Euston, uma estaçao antes de King Cross, o local mais atingido. Quando estava em Oxford Circus (a três estações de distância de King Cross), o metrô parou e comecaram a anunciar algo que eu nao entendia. As pessoas foram saindo aos poucos, sem alarde, como se fosse apenas um atraso rotineiro... um congestionamento. Quando eu saí para tentar uma outra linha que me levasse ao meu destino, nada de metrô. Nenhuma linha. E isso em plena Oxford,um dos lugares mais movimentados. Ali comecei a perceber que estava acontecendo algo de diferente. Uma mulher comecou a anunciar 'evacuacao de emergencia'. Quando subi para a rua, um mundarel de gente sem entender nada. Fui pro ponto de ônibus tentar pegar algum, pois todos ja estavam lotados. Consegui pegar um. Mas ate agora nao sei se isso foi uma coisa boa ou ruim, pois havia bombas também nos ônibus. O trânsito estava o caos geral. Polícias pra lá e pra cá... ambulâncias... ruas importantes fechadas. E eu la dentro do ônibus sem entender nada. Quando cheguei proximo a King Cross, comecei a perceber que todo mundo na rua estava falando ao celular, sem exceção. Mas dentro do ônibus pouco se comentava. Até que duas mulheres comecaram a conversar... aí nao aguentei. Perguntei o queestava acontecendo e uma delas resumiu para mim numa unica palavra: bombs. Nao fiquei muito desesperada, pois imaginei ser apenas alguma ameaca de bomba. Quando cheguei em casa fui correndo pra televisao. Que choque!!! Um ônibus explodido e mais três estações de metrô atingidas. Um estrago. Agora é torcer para que mais nada de parecido ocorra."
Além de Mônia, outras duas jornalistas capixabas, que também estão em Londres, avisam que nada sofreram. São elas: Fernanda Porcaro e Yasmine Hofmann.

quinta-feira, julho 07, 2005

ACOMPANHE A COBERTURA DOS ATENTADOS

O professor e jornalista Manuel Pinto indica em seu Webjornal alguns blogs jornalísticos que estão fazendo a cobertura "in loco" dos atentados em Londres. Um deles, mantido pela BBC e escrito em inglês, está no endereço news.bbc.co.uk. O outro, em espanhol, mantido pelo jornalista Roberto Bécares, do El Mundo, está no endereço elmundo.es.

"AS DEMOCRACIAS NÃO TEMEM O TERRORISMO"

A frase que intutula esse post é do primeiro-ministro de Portugal, José Sócrates. Talvez as democracias realmente não temam o terrorismo, mas o povo teme e muito. A Europa está alarmada, as pessoas esperam mais atentados mas não sabem onde eles podem surgir. Vários países estão em alerta máximo de segurança. Na Alemanha a insegurança do mercado financeiro também preocupa. Com as bolsas em queda o governo pede calma aos investidores. Muitos deles estão comprando francos suíços, já que a Suíça não é alvo de ataques terroristas.

CAPIXABA MORTA E IMPRENSA OMISSA

A grande imprensa portuguesa não divulgou o caso da capixaba encontrada morta no Algarve. O drama da brasileira Edilaine Trez Vieira de Souza, que desapareceu quando ia para o trabalho, em Loulé, no extremo sul de Portugal, só foi comentado por um site de notícias regionais. A vítima era de São Gabriel da Palha e foi encontrada em adiantado estado de decomposição no último domingo, em uma casa abandonada, a 800 metros de onde morava. A Polícia Judiciária portuguesa, que é muito eficiente, está investigando o caso, mas eles não dão declarações à imprensa, seguindo uma lógica um pouco ditatorial que ainda é vigente no país.

quarta-feira, julho 06, 2005

UM ESPAÇO UNIVERSAL

Este é o primeiro blog de conteúdo jornalístico do Espírito Santo. Apesar da posição geográfica definida - se isso for possível na Web - o blog não se restringirá aos comentários que envolvem apenas fatos capixabas. Pretende-se que o Ponto de Análises tenha uma visão universal, mas sem perder o capixabismo que é inerente aos profissionais que aqui escreverão e que, como bons comunicadores, estão além das fronteiras, numa lógica tão usual nesta era tecnológica.
Espero que o que for escrito aqui tenha o valor e a credibilidade que os bons leitores e críticos merecem.