quarta-feira, outubro 19, 2005

REFERENDO

A respeito da cobertura do referendo sobre a proibição de venda de armas de fogo no Brasil, Sérgio Correa Vaz, do Intermezzo, denuncia: "Jornais, revistas e mídias online não só acompanham os diversos posicionamentos. Parte deles entraram enfaticamente em campanha, deixando de lado qualquer compostura jornalística". Um das coberturas mais parciais é a da Revista Veja, que chegou a publicar matéria de capa com o título "7 razões para votar não".

Um comentário:

Cris Bomfim disse...

A revista Trip de setembro também publicou uma matéria (de capa) com motivos para votar sim no referendo.