segunda-feira, fevereiro 06, 2006

LEITURAS: LIPOVETSKY

A partir de agora, com alguma freqüência, estarei postando trechos de obras de autores que tenho lido para escrever minha dissertação de mestrado. Começo com o filósofo francês Gilles Lipovetsky (foto). O livro é "A Era do Vazio - Ensaio Sobre o Individualismo Contemporâneo". Segundo o autor: "Uma geração gosta de se reconhecer e descobrir sua identidade numa grande figura mitológica ou lendária, que reinterpreta em função dos problemas do momento: Édipo como emblema universal, Prometeu, Fausto ou Sísifo como espelhos da condição moderna. Hoje (...) é Narciso que simboliza o presente."
(Foto: Rádio France)

2 comentários:

Gus disse...

Sergio, lendo só esse trecho vejo que preciso ler mais filosofia... Esqueço o quanto gosto. Mesmo na minha inércia acadêmica :) Ótima iniciativa. Abração!

Sergio Denicoli disse...

O exercício intelectual, tão importante, sempre acaba ficando em segundo plano nesse mundo de Narciso. Mas não deixe essa onda do inútil levar você. Aproveito para indicar outro livro do Lipovetski, escrito no ano passado, muito apropriado aos publicitários. O título é "O Luxo Eterno - Da Idade do Sagrado ao Tempo das Marcas".
A obra conta a história do luxo desde as tribos, passando pela antiguidade, o Renascimento, até os dias de hoje, e chega a seguinte conclusão: o consumo de bens luxuosos nunca foi tão grande. A editora no Brasil é a Companhia das Letras. Custa 35 reais. Dê-se ao luxo!