quarta-feira, fevereiro 06, 2008

A exaltada importância das prévias norte-americanas

Parecem-me exageradas as notícias sobre as prévias das eleições presidenciais nos Estados Unidos, divulgadas no Brasil. Obviamente, o resultado do pleito no "império" tem suas implicações na economia brasileira e no resto do mundo, mas acho que estamos comprando a idéia de que aquele é o lugar mais importante do Universo, que os próprios norte-americanos adoram difundir.

Cabe lembrar que as eleições nos EUA ocorrem apenas em novembro (!) e já ocupam manchetes e manchetes no mercado da imprensa tupiniquim.

Gostaria de ver um estudo sobre o interesse e o grau de percepção dos brasileiros sobre as eleições norte-americanas. Também gostaria de ver reportagens sérias que mostrassem quais são as verdadeiras posições adotadas nos percursos políticos de A ou B (ou C ou D), que podem ter algum reflexo no Brasil.

Por enquanto, só tenho lido informações que tomam espaço nos principais jornais, como se fossem notícias de times de futebol e suas respectivas torcidas.

Vejo isso como um agendamento forçado pelas agências de notícias, notadamente influenciadas por uma cultura ocidental fortemente focada nos Estados Unidos.

Será que, neste mundo globalizado, a política chinesa, por exemplo, não teria o mesmo peso da política dos EUA? Certamente que sim, só não tem o mesmo apelo quase hollywoodiano daquela farsa de marketing que o Tio San chama de eleição. Aliás, acho que é possível contar nos dedos os jornalistas brasileiros que sabem que Wen Jiabao é o nome do Primeiro-Ministro chinês.

Um comentário:

Edson Marques disse...

Perfeitas, as tuas análises sobre a situação atual das eleições americanas.



Hoje eu também escrevo sobre Guarapari:

O dia em que fui abençoado pelo Espírito Santo.
(...)
Quando acabou o sexto filme, não fui lhe dar um beijo, nem sequer lhe disse adeus. Apenas joguei de longe um aceno carinhoso, e ela me deu mais um enorme sorriso de volta — inesquecível. Era o último, sabíamos. Nosso Pico foi aquele. Eu sabia que nunca mais a veria de novo. Fechei meus olhos e voltei para o hotel, sonhando com essa pura e doce Afrodite capixaba.
(...)
Qualquer dia eu volto lá.
(...)
Texto completo em:

http://mude.blogspot.com/2008/02/espirito-santo.html


Abraços, flores, estrelas..