segunda-feira, junho 11, 2007

O futuro dos jornais

Declarações de Juan Luís Cebrián (foto), administrador da Prisa, o grupo espanhol que é dono do jornal El País:

"Se agora tivesse que fundar de novo o El País não o faria em papel. Faria algo na Internet, e depois encontraria uma adaptação, de alguma maneira, em papel."

"Não creio que vão desaparecer os jornais. Acredito, sim, que vão deixar de ter o papel central na configuração da opinião pública que tinham."


(Fonte e foto: DN)

Um comentário:

The human who sold the world disse...

Muito bom isso, papel suja os dedos. Todavia, todos nós seremos míopes de tanto lermos pelas telas de cristal líquido da vida. Bem, eu já sou míope, então uma nova doença deve nascer para substituir essa.....rs