terça-feira, junho 03, 2008

Taxa Selic e as commodities do Firinfinfim

É consenso que a mídia de massa necessita fazer uma reportagem de uma forma simples, para que toda a audiência entenda o que se quer dizer. A pergunta que eu faço é: por que nas matérias sobre economia isso não ocorre?


Será algo proposital para que as pessoas comuns, cidadãos que não entendem o funcionamento da bolsa de valores e não sabem o que é a taxa Selic, continuem sem saber? Ou será algo para alimentar a popularidade do governo do país do Firinfinfim?


Será preciso lembrar que a economia brasileira dá o poder de decisão e o controle monetário do país a 2% da população e ao resto do povo dá apenas uma TV nova a cada ciclo de otimismo?


Para ilustrar o que digo, peço que leiam a matéria que é destaque no Uol neste exato momento (15h08 em Brasília):


"Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em forte queda nesta terça-feira, depois de já ter caído no pregão anterior. A queda no preço das commodities e a perspectiva de aumento da Selic, a taxa básica de juros, contribuem para que investidores vendam seus papéis. Às 14h35, o Ibovespa, principal indicador do mercado brasileiro de ações, caía 2,9%, a 69.813 pontos. O dólar comercial recuava 0,31%, sendo vendido a R$ 1,627."


Ok Dona Maria? Depois a Sra. me conta direitinho o que acha do desempenho da Bovespa hoje. Se precisar de mais dados é só consultar o gráfico super simples que ilustra o post.

3 comentários:

Rafael disse...

Tenho uma outra hipótese: as notícias são assim porque os jornalistas não entendem bulhufas do que estão falando. E nem fazem questão de entender.
Abraço

1234567 disse...

Porque vc náo estuda e deixa de ser ignorante no assunto?

thiagobhita disse...

Boa tarde!
Não tem nada de igonorante no seu post. Achei ótimo!
Eu mesmo leio, leio sobre esses assuntos e não acho nada convincente.
Ignorante é quem acha que sabe tudo.
E mais, concordo com o Rafael que diz que os Jornalistas não sabem nada.